Crie uma cultura de analisar dados

Criando uma cultura de analisar dados em Web Analytics

Vejo muitos sites, cursos, videos aulas e todo o tipo de material falando sobre mensuração de resultados, ROI e web analytics hoje na internet, realmente há muito material disponível, alguns de qualidade outros nem tanto. Mas uma coisa que realmente me surpreende é que ainda hoje ( em 2013 ), na prática as empresas ainda tomam decisões sobre seus  negócios online baseadas na sua vontade, ou como gosto de brincar, no achômetro, ignorando totalmente as números que a internet pode nos oferecer. Porque isso acontece ?

De acordo com Avinash Kaushik , autor de Web Analytics 2.0 , o grande problema é que geralmente as decisões são tomadas de acordo com a vontade onipotente do HIPPO ( um acrônimo de “Highest Paid Person’s Opinion”, em português seria “Opinião da pessoa mais bem paga” ), ou seja, geralmente as decisões são tomadas por um gerente, diretor, presidente ou similares, muitas vezes pessoas que estão distantes de onde os clientes realmente estão, e por este motivo não conhecem o comportamento do mesmo.

Como se pode ter um ROI (baseado em um cálculo matemático) se quando tomamos uma ação, ela feita baseada na fé, ou vontade de alguém. Devemos focar nossas decisões ( e estou me referindo aos negócios online, mas se aplica a todo o negócio obviamente) em dados, e fazer isso é muito mais uma questão de cultura do que ferramenta ou tecnologia disponível.

Mas então como confrontar ou simplesmente questionar a vontade do HIPPO ?  Apresente dados ! dados e mais dados ! .

O que mais em cativa na internet é que tudo pode ser registrado e mensurado,  existem um grande número de ferramentas gratuitas e pagas, não há porque não usá-las . Outro motivo que me encanta é, posso mensurar até as ações de meus concorrentes, relatórios de Inteligência Competitiva deveriam ser lei em empresas que possuem negócios online.

Estando tudo disponível o que nos falta é mudar nossa forma de pensar, começar a olhar para os números diariamente, atrelar todas as nossas decisões a um “Porque ?”.   Uma vez que você se acostume a tomar decisões e pensar baseado em dados, multiplique isso para outras pessoas, se você faz parte de uma equipe, comece a mostrar os benefícios de tomar decisões baseadas em dados e mais importante, mostre o prejuízo das decisões tomadas com base na fé.

Sempre há exceções, mas acho pouco provável que mesmo o HIPPO de sua empresa , vá contra dados bem fundamentados aonde você aponta benefícios e prejuízos de tal ação. Por experiência própria, a maioria das vezes que apresentei números coerentes com relação a tomada de decisões fui bem sucedido, claro que também houve vezes que não, mas puxando para nossa mudança de cultura, essas vezes malsucedidas foram minoria, então é um esforço que vale a pena.

Referências :

Web Analytics Book: Web Analytics 2.0 by Avinash Kaushik